Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009
Facebook

Em dezembro, moderadores do site de relacionamento ‘Facebook’, o mais acessado nos EUA, eliminaram todo o conteúdo homofóbico do site e tornaram as regras mais rígidas, punindo usuários que manifestem qualquer idéia preconceituosa quanto à orientação sexual. O banimento de vários usuários e a exclusão de comunidade antigays começou após denúncias enviadas aos administradores do site. Os conteúdos excluídos condenavam a homossexualidade e promoviam preconceito e violência contra gays, além de fazerem posts antigays, os usuários banidos costumavam enviar e-mails ameaçando líderes e ativistas GLBTs.

inglaterra

Graham Cogman, policial britânico de 49 anos, foi acusado pela polícia de Norfolk de atingir os direitos dos gays com base em crenças religiosas e foi demitido por conduta inadequada. Usando os próprios computadores do departamento de polícia Graham mandou e-mails para outros policiais condenando a homossexualidade e dizendo que os gays deviam procurar ajuda no polêmico grupo ‘American Christian’, que promete curar gays, cujo trabalho foi condenado pela Associação Americana de Psiquiatria e pela Associação de Psicologia. Um dos e-mails tinha citações bíblicas e em outro o policial escreveu que ‘quem ama o pecador odeia a escritura’, além de chamar a homossexualidade de ‘pecado’, escreveu que a homossexualidade é uma escolha e que, por isso, pode ser curada. Ele iniciou a sua campanha há dois anos, quando os policiais foram convidados a usar uma fita rosa durante o mês do orgulho gay. Ele também é acusado de agredir um policial gay.

Gary McFarlane

Demitir um funcionário que se recusou a atender pacientes devido a sua orientação sexual é legal. Esta foi a decisão de um tribunal britânico referente ao caso do terapeuta sexual Gary McFarlane, que entrou com processo contra a firma por demissão injusta. Gary se negou a atender um casal gay devido a suas ‘convicções religiosas’. O terapeuta sexual disse que não iria promover um ato considerado pecado pela sua igreja e foi demitido. O tribunal entendeu que o motivo da demissão não foi de origem religiosa, mas profissional. McFarlene violou a lei que garante a igualdade das pessoas independente de sexo, crença, raça e orientação sexual, relatou o juiz.

ONU direitos humanos

A declaração apresentada por representantes da França no mês de dezembro na Assembléia Geral das Nações Unidas que pede o fim da criminalização da homossexualidade em todos os países foi aprovada e já é um documento oficial da ONU. O Brasil é um dos signatários da declaração, ao lado de Argentina, Croácia, Gabão, Japão, Noruega e Holanda, além da própria França. Esses países foram os principais articuladores para a adesão de mais 59 nações ao documento. A iniciativa francesa gerou um movimento contrário, liderado pelo Egito, que elaborou uma declaração que chega a traçar um paralelo entre homossexualidade e bestialidade. O documento recebeu 57 adesões de países conhecidos por não respeitar os direitos humanos, como Irã e Uganda. Confira aqui o documento entregue.





do blog: lezzie grrrls
por: boudeccá
deixar partir |let go|


publicado por star às 08:00 | link do post | comentar

1 comentário:
De Fabíola a 20 de Janeiro de 2009 às 11:13
Incrível como ainda tem gente idiota a este ponto no mundo...
'¬¬


Comentar post

19 de agosto

posts recentes

prince: ícone gay no pass...

recuperado está

o que é: homofobia interi...

j. edgar hoover e clyde t...

trevor project e daniel r...

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

* cronologia do movimento gay

* retrospectiva 2007

* retrospectiva 2008

a homossexualidade no decorrer da histór

citando

colírio

definindo

depoimentos

direitos e leis

divulgando datas

divulgando eventos

divulgando organizações e ongs

ela e ela

fatos e fotos

feministas

filme e pipoca

homossexuais célebres

livro e abajur

música e sexualidade

musicando estrelas

o que é

poetando

quadrinhos e revistas gays

sombra e luz

sussurros...

vídeos e comerciais

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds