Quinta-feira, 22 de Maio de 2008
título no Brasil: 'amor e restos humanos'
gênero: drama
origem: canadá
ano de lançamento: 1993
direção: denys arcand
elenco: thomas gibson; ruth marshall; cameron bancroft; matthew ferguson; joanne vannicola; mia kirshner; rick roberts

Retrato afiado de época bem à moda de Denys Arcand (vencedor do Oscar 2004 por 'As Invasões Bárbaras'), apesar de não ser um roteiro original, o filme retrata um período em que o medo está na ordem do dia. Numa visão pouco otimista das relações amorosas, o cineasta canadense vai fundo em temas como a obsessão no limite da psicose, solidão e o egoísmo, painel em que a Aids serve como instrumento de redefinição, conseguindo realizar uma síntese das preocupações e ansiedades da geração dos anos 90. De um lado, há o pavor pela presença de um maníaco matador de mulheres à solta, que exerce o macabro requinte de arrancar seus brincos, junto com um pedaço de suas orelhas, num ritual de colecionador perverso. Em paralelo, corre outra histeria sem nome, o pavor da AIDS, que contamina a já por si só instável e ansiosa busca amorosa.

David (Thomas Gibson) é um garçom de restaurantes de luxo que abandonou repentinamente uma carreira de ator. Divide um apartamento com uma amiga, com quem já teve um caso, a crítica de livros Candy (Ruth Marshall). De humor instável e insegura pelos desastres amorosos recentes, ela hesita entre envolver-se com outra mulher, Jerri (Joanne Vannicola) e tentar um romance com um outro garçom paquerador. No restaurante em que trabalha, David é objeto de atração de seu ajudante de 17 anos, Kane (Matthew Ferguson), que ele acaba levando ao quarto de uma amiga, Benita (Mia Kirshner), uma prostituta especializada em atender clientes com fetiches bastante fora do comum, quase sempre usando fantasias. A personagem da prostituta é uma singular mistura do profano e do sagrado, ao revelar seu lado sensitivo, ela é capaz de premonições.

O quadro se completa com outro amigo de David, Bernie (Cameron Bancroft), um funcionário público que mata o tédio com a conquista incessante de mulheres. Toda esta galeria de personagens interage de forma intensa, expondo a complicada teia que une a busca sexual e afetiva à angústia de um tempo dominado pelo signo da peste e da violência urbana. O enredo foi adaptado de duas peças do autor Brad Fraser: 'Unindentified Human Remains' e 'The True Nature of Love'. Fraser, aliás, é considerado um dos dramaturgos mais corrosivos do Canadá que fala inglês. Este filme, aliás, foi o primeiro de Arcand falado nessa língua. Uma boa trilha sonora, um roteiro criativo e um elenco cativante garante este ótimo exemplar da sétima arte.



publicado por star às 18:38 | link do post | comentar

19 de agosto

posts recentes

prince: ícone gay no pass...

recuperado está

o que é: homofobia interi...

j. edgar hoover e clyde t...

trevor project e daniel r...

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

* cronologia do movimento gay

* retrospectiva 2007

* retrospectiva 2008

a homossexualidade no decorrer da histór

citando

colírio

definindo

depoimentos

direitos e leis

divulgando datas

divulgando eventos

divulgando organizações e ongs

ela e ela

fatos e fotos

feministas

filme e pipoca

homossexuais célebres

livro e abajur

música e sexualidade

musicando estrelas

o que é

poetando

quadrinhos e revistas gays

sombra e luz

sussurros...

vídeos e comerciais

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds