Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

Incomodada de entrar na sex shop ficava a sua avó. Agora, a mulher entra, escolhe, pede demonstração e, se achar que vale a pena, leva pra casa! Esse tipo de consumo tem aquecido muitas camas e bastante a sexualidade feminina.

Comprar, taí um dos verbos preferidos do sexo feminino. De preferência sapatos. Mas a gente também não resiste a bijuterias, blusinhas cor-de-rosa, brancas, pretas básicas, cremes anti-rugas, anti-celulite, anti-estria, calcinhas que não cabem mais na gaveta e até, confessa!, tupperware.

Como se não bastasse tantos objetos de consumo, o mulheril está invadindo um segmento um tanto mais, como dizer, estimulante. Em bom português, o dos maravilhosos, curiosos e agora imprescindíveis produtos eróticos. Isso mesmo, com vergonha de entrar na sex shop ficava a sua avó. Hoje em dia, a gente não só entra (sem apelar pros óculos escuros), como observa tudo tintim por tintim, escolhe, experimenta e ainda volta para ver se chegou novidade. A procura é tanta que surgiram sex shops especializadas no público feminino, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

A idéia veio de fora, quando foi aberta em Paris a primeira sex shop só para mulheres. Os brasileiros, especialmente, as brasileiras gostaram e copiaram. Nas sex shops femininas, homem não entra e a gente pode ficar bem à vontade para comprar os produtos de maior interesse. Quais são eles? Segundo uma gerente comercial, cada linha de produtos tem seu best seller. O produto mais conhecido e comentado no momento é o vibrador ‘Rabbit’. Tudo por causa do seriado ‘Sex and the City’, em que uma das personagens se trancou uma semana no quarto na companhia de um desses.

Na dúvida entre o rabbit, a borboleta, a conchinha, ou coisinhas mais básicas como óleos e algemas, o ambiente é o ideal para se sentir em casa. A decoração é especial e o atendimento, personalizado. Até o nome das lojas mudou, parece que sex shop é coisa de homem. Nós, mulheres, vamos a lojas de conveniências eróticas, ou butiques eróticas. Muito chique, a decoração da loja é uma novidade à parte, a cliente se sente em uma boutique de shopping, já que os produtos são expostos de uma forma simples, em prateleiras e não fechados em armários como se tivessem algo de proibido. O endereço é discreto, e num prédio acima de qualquer suspeitas. A gente quer ser discreta, sim, mas já foi o tempo em que as mulheres davam várias voltas no quarteirão até achar coragem para entrar numa loja dessas.

Hoje em dia entra-se numa sex shop como quem entra numa pet shop. Não muda nada. Todo mundo tem liberdade, todo mundo faz sexo, sabe que o outro faz e não há nada de mal em querer dar uma incrementada. As atendentes são super-sérias e mostram os produtos como se estivessem exaltando as qualidades de um liquidificador, sem piadinhas de mau gosto. Na hora de ir às compras, a maioria das mulheres prefere levar uma amiga a tiracolo, afinal, dizem, nunca se sabe o que nos espera por trás das vitrines. Tempos depois preferem voltar sozinhas, vão com as amigas para conhecer e comprar besteirinhas, depois voltam sozinhas para comprar de verdade, revela a gerente.

Os sexólogos dizem que a geração mais jovem encara o sexo com mais tranqüilidade, pois tem mais acesso a informações e aula de educação sexual na escola desde cedo. Com isso, foi por terra o mito de que sexo é feio, ou não pode. A mulher sabe que não está fazendo nada errado, portanto, está mais consciente do seu direito de ter prazer e vai em busca dele. Hoje, a mulherada mostra que sabe o que quer – na cama, principalmente.


tags:

publicado por star às 18:12 | link do post | comentar

1 comentário:
De LUA e SOL a 19 de Dezembro de 2007 às 23:47
Oi MAra...
fazia tempo q não passava por aqui.. hehehehe.. sem tempo..
Adorei esse texto, e uma vez acabei tendo q ir num Sex shop.. maior vergonha, hj acho muito mais facil a net, vc entra, escolhe o modelo e a marca, paga, e depois de uma semana te entregam em casa.. hehehehe.. bem mais facil... mas quando estiver com minha mulher vou com ela, quero q ela compre o q quiser. Vai ser muito mais divertido e excitante ao lado dela..
BEijocasssss


Comentar post

19 de agosto

posts recentes

prince: ícone gay no pass...

recuperado está

o que é: homofobia interi...

j. edgar hoover e clyde t...

trevor project e daniel r...

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

* cronologia do movimento gay

* retrospectiva 2007

* retrospectiva 2008

a homossexualidade no decorrer da histór

citando

colírio

definindo

depoimentos

direitos e leis

divulgando datas

divulgando eventos

divulgando organizações e ongs

ela e ela

fatos e fotos

feministas

filme e pipoca

homossexuais célebres

livro e abajur

música e sexualidade

musicando estrelas

o que é

poetando

quadrinhos e revistas gays

sombra e luz

sussurros...

vídeos e comerciais

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds