Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

título original: ‘plata quemada’
gênero: drama
origem: argentina
ano de lançamento: 2000
direção: marcelo piñeyro
elenco: eduardo noriega, leonardo sbaraglia, ricardo bartis
premiação: ganhou o prêmio 'Goya' de melhor filme estrangeiro de língua espanhola e os prêmios de melhor fotografia e melhor som, no 'Festival de Cinema de Havana'.

O filme é baseado no livro homônimo de Ricardo Piglia, que narra uma história real e violenta de dois ladrões de bancos e homossexuais. O ano é 1965 e a cidade Buenos Aires, Angel (Eduardo Noriega) e Nenê (Leonardo Sbaraglia), conhecidos no submundo como os 'gêmeos', são parceiros no crime e na cama, e participam da execução do assalto de um carro forte que resulta na morte de todos os seguranças.

O filme surpreende ao mostrar drama e ação e o lado dramático foca a relação de Nenê e Angel, em um jogo erótico sufocante de amor e rejeição regado à cocaína e álcool. Perseguidos pela lei fogem para o Uruguai em companhia de alguns comparsas e se refugiam em um apartamento na capital. Lá, em uma atmosfera 'noir' perseguem o objetivo final, que acaba dando título ao filme. Com uma direção equilibrada de Marcelo Piñeyro, uma fotografia inspirada de Alfredo F. Mayo, personagens vivem suas tragédias que transcendem a origem 'latina' da história, fugindo de padrões do 'cinemão' ao retratar o homoerotismo. O cinema argentino nos traz, mais uma vez, verdade e poesia sem clichês e estereótipos.

E tem Nenê escutando Billie Holiday. Alguns críticos o chamaram de Bonnie e Clyde gay, comparações dispensáveis. O filme é grande por dois bons motivos: a intensidade do amor do casal protagonista que de tão intenso, soa estranho, doentio e pela direção. Filme policial, com boas cenas de tiro e aventura e um romance como pano de fundo. A força dos atores empresta ao filme muita sensualidade e sensibilidade. A exploração do amor entre um casal homossexual foi decisiva para a perfeição do filme.



publicado por star às 15:47 | link do post | comentar

2 comentários:
De Promoter a 24 de Fevereiro de 2008 às 00:34
Olá Mara!
Que bom que vc gostou do blog!
Essa é a maior de nossas intenções, fazer com que as pessoas se identifiquem com ele.
É lamentável perder um bichinho, espero que aproveite bastante essa pequena idade que passa tão rápido.
Acesse meu site: www.babinsk.com e veja a coluna Pet Notícias que é a minha cadelinha, Duda Babinsk, quem escreve...rs...
Babinsk é o meu nome profissional.
bjssssss, muito obrigada!
Marcinha Babinsk.


De van centauro a 25 de Fevereiro de 2008 às 16:07
olá Mara.As produçoes argentinas são muitas e boas.pena que os latinos prefiram o cinema americano.Mas,enquanto as dictribuiçoes de filmes estiveram sob a guarda da Fox,Columbia,Paramout...o cinema latino ficarã merginal e pouco visto por nós,o que é lamentavel.Nos resta ir em busca deles. Boa lembraça o post.sempre bom falar e mostrar a cara latina america.Abraço e boa semana. van


Comentar post

19 de agosto

posts recentes

prince: ícone gay no pass...

recuperado está

o que é: homofobia interi...

j. edgar hoover e clyde t...

trevor project e daniel r...

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

* cronologia do movimento gay

* retrospectiva 2007

* retrospectiva 2008

a homossexualidade no decorrer da histór

citando

colírio

definindo

depoimentos

direitos e leis

divulgando datas

divulgando eventos

divulgando organizações e ongs

ela e ela

fatos e fotos

feministas

filme e pipoca

homossexuais célebres

livro e abajur

música e sexualidade

musicando estrelas

o que é

poetando

quadrinhos e revistas gays

sombra e luz

sussurros...

vídeos e comerciais

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds