Sexta-feira, 28 de Março de 2008

O fim de um relacionamento pode significar uma reviravolta na vida de qualquer mulher. E isso não significa somente mudar o corte dos cabelos, emagrecer quilos e mais quilos ou ainda sair sorridente por aí, pode-se preencher o vazio deixado e transformar o amor pela outra pessoa em amor por nós mesmas. Se você acabou de levar o famoso "pé na bunda", o jeito é juntar os cacos e se recompor. Erguer a cabeça e seguir adiante é obrigatório, por ser uma forma de sobrevivência, é saudável. Sofrer amadurece, mas reagir e investir em nós é ainda mais saudável. É o amor próprio e a lucidez.

Psicólogos e terapeutas elaboraram os sete passos essenciais para o esquecimento. Pare de ouvir aquela música, doe o bichinho de estimação que ela lhe deu, guarde bem escondida, e não debaixo do travesseiro, aquela foto de vocês duas juntas e preste atenção nas dicas para não ter um fantasma na sua cabeça.

1 - Em primeiro lugar, aceite e viva o 'luto'
Lidar com a frustração e aceitar o fim não é fácil, mas é necessário. Este ‘luto’ é um processo interno, de auto-conhecimento. Sentir a perda, chorar, ficar triste, ter raiva, tudo isso é absolutamente natural e faz parte da recuperação. O ‘luto’ é um momento de reflexão.

2 - Procure outras pessoas, mas não queira se envolver logo
Dizem que somente uma nova paixão pode substituir uma antiga, mas encontrar rapidamente um par não é a melhor solução. As lições que ficaram do último relacionamento ainda não foram bem processadas, o que pode fazer com que os erros apenas se acumulem. A outra não pode servir como 'terapeuta'.

3 - Evite contato por algum tempo
Manter certo afastamento da ex ajuda a recompor o coração partido e ameniza a dor de cotovelo. Ficar atrás da pessoa só vai machucar ainda mais, principalmente se não houver chances reais de volta. Amizade? Dependendo do caso, talvez seja possível, mas só depois de curadas todas as feridas. O melhor mesmo é não tentar mais nada.

4 - Fuja das lembranças
Fotos, presentes, músicas, lugares. Apegar-se a isso só vai alimentar o sofrimento e as ilusões. Você pode chorar e sentir saudades de quem estava a seu lado, mas buscar lembranças é masoquismo. Entretanto, é inútil temer qualquer lembrança. Esses pensamentos também são importantes e aos poucos vão sendo 'mastigados' e 'acomodados' dentro de nós.

5 - Não precisa se afogar em lágrimas
A dor da separação é inevitável e até saudável, no entanto, não devemos nos acomodar a ela. Por mais que demore, tudo vai passar. E passa mesmo. Recuperar-se de uma perda exige tempo, mas ele não pode ser longo a ponto de prejudicar outras áreas da sua vida.

6 - Invista em você mesma
Procure fazer atividades prazerosas ou que deixou de fazer enquanto estava no relacionamento. Seja egoísta sem culpa, essa é a hora de se cuidar, se conhecer e se encontrar. Pergunte-se o que deixou de fazer. Recupere tudo e viva mais a sua vida.

7 - Pare de idealizar sobre a ex
Será que ela era tão "perfeita" assim? Pense bem: se fosse, ela estaria com você neste momento, certo? E será que a imagem que você quer guardar com tanto carinho daquela pessoa é mesmo real ou apenas uma idealização? É preciso se fazer essas perguntas e descobrir a verdade. Uma separação não acontece da noite para o dia, às vezes, o sofrimento vivido antes do rompimento é até maior que aquele que realmente será sentido depois do fim da relação.

Para conhecer um amor de verdade, o melhor é estar sozinha. Cabeça livre, coração leve.


tags:

publicado por star às 23:47 | link do post | comentar

19 de agosto

posts recentes

prince: ícone gay no pass...

recuperado está

o que é: homofobia interi...

j. edgar hoover e clyde t...

trevor project e daniel r...

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

* cronologia do movimento gay

* retrospectiva 2007

* retrospectiva 2008

a homossexualidade no decorrer da histór

citando

colírio

definindo

depoimentos

direitos e leis

divulgando datas

divulgando eventos

divulgando organizações e ongs

ela e ela

fatos e fotos

feministas

filme e pipoca

homossexuais célebres

livro e abajur

música e sexualidade

musicando estrelas

o que é

poetando

quadrinhos e revistas gays

sombra e luz

sussurros...

vídeos e comerciais

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds