Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

Teologia Inclusiva

Nasceu em 1968, com o Reverendo Troy Perry, fundador da primeira Igreja direcionada para a pregação do evangelho para gays, lésbicas e transgêneros. A Inclusão Cristã prega uma releitura contextualizada da Bíblia, rejeita o fundamentalismo cristão, afirmando que a Bíblia, de forma alguma, reprova ou condena a afetividade homoerótica. O Evangelho é para todos e todas, sem distinções.

Igreja condenatória

É aquela totalmente repressiva que não consegue separar o pecado do pecador. É cercada de limites, inflexível e em nome de Deus julga, condena e exclui o membro, taxando-o de indigno e corrupto. Geralmente é povoada de hipócritas, escribas e fariseus que colocam jugos pesados demais sobre as pessoas, os quais eles mesmos não podem carregar. A disciplina nesta igreja visa apenas a punição e o sentimento de culpa. O modelo de Deus é apenas o de um juiz, severo, implacável, sem misericórdia, sádico, sem amor. A igreja limita Deus.

Igreja Inclusiva

igreja inclusivaAutodenominada inclusiva, a ‘Igreja Cristã Contemporânea’ integra um movimento de vertente evangélica que não vê a homossexualidade como uma doença a ser curada. Muito pelo contrário. Tais congregações religiosas têm um discurso positivo em relação à diversidade sexual, abrindo a possibilidade para que lésbicas, gays e transgêneros se tornem não apenas fiéis, mas também pastores.

Ser gay dentro de uma igreja conservadora é uma impossibilidade, não há lugar para essa pessoa, a menos que ela venha a aderir à norma e se torne ex-homossexual, por exemplo. A diferença do movimento inclusivo para as outras igrejas é que nele o poder eclesial é concedido às pessoas LGBT, já que há uma proposta política de desconstrução da homofobia religiosa.

A ‘Igreja da Comunidade Metropolitana’, no Rio de Janeiro, e a ‘Igreja Acalanto’, em São Paulo, despontaram como as primeiras igrejas no Brasil abertamente voltadas para a inclusão da população LGBT.

Reverendo Troy PerryEm 2004, um sobrado com capacidade para 200 pessoas na Lapa, no centro do Rio de Janeiro, abrigou uma igreja nova. A organização religiosa poderia passar despercebida se não fosse por um detalhe: tratava-se do primeiro templo voltado para a comunidade gay no país. Chamada no Brasil de ‘Igreja da Comunidade Metropolitana’ (ICM), a ‘Metropolitan Community Church’, fundada nos Estados Unidos há 40 anos possui um viés ativista, identificando-se como uma igreja que tem como proposta a defesa dos direitos humanos, o que inclui a luta contra a homofobia religiosa. Sem impor regras rígidas aos fiéis, ganha adeptos pelo mundo pregando que Deus ama a todos, independentemente da orientação sexual. Sobrevive de ofertas espontâneas e aposta em paciência e empenho para lutar pelos direitos dos homossexuais, entre eles o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Marcos GladstoneDurante a década de 1990 havia um intenso contato entre militantes brasileiros e membros da igreja, mas aqui, a ‘Igreja da Comunidade Metropolitana’ chegou de maneira inusitada. Descontente com a igreja evangélica que freqüentava desde pequeno, o advogado carioca Marcos Gladstone, de 28 anos, descobriu o site da ‘Metropolitan Community Church’. Ele traduziu o material on-line e lançou uma versão em português do site em 2002. Em um ano a 'Igreja da Comunidade Metropolitana', ainda virtual, tinha alcançado 20 Estados. Foi a deixa para a formação de grupos locais que se reuniam em praças e clubes até a inauguração de uma sede oficial. Hoje, Marcos Gladstone é pastor e representante da denominação no Brasil.

A Igreja começou voltada para a comunidade gay e lésbica, mas que está aberta a qualquer um. O reverendo americano Troy Perry, que fundou a ‘Metropolitan Community Church’ em 1968 se sentia discriminado na igreja pentecostal que freqüentava, em Los Angeles. Impedido de pregar pela sua orientação sexual, foi compelido a fundar sua própria congregação ao ver, tempos depois, um amigo gay ser agredido e preso pela polícia. Em seu desespero, o rapaz gritou para Perry: ‘Deus não se importa! Deus não se importa com os gays!’.

Essa relação entre fé e militância foi fundamental para o surgimento da Igreja. Na primeira reunião da ‘Metropolitan Church’ apenas 12 pessoas apareceram, entre elas um casal heterossexual. Um ano e meio depois, no entanto, a igreja já tinha mais de mil integrantes. Muitos heterossexuais vinham movidos pela curiosidade e o que atraia as pessoas é que não era dito que é errado ser homossexual. Os cultos, como em toda igreja cristã, incluíam música e dança. Atualmente com 60 mil membros e mais de 300 igrejas em 22 países ao redor do mundo, a ‘Metropolitan Community Church’ realizou o primeiro casamento público entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos, no ano de 1969. Desde a sua fundação, a Igreja e seus membros têm sido vítimas da violência e da intolerância religiosa. O Reverendo Troy, hoje aposentado, já recebeu diversas ameaças de morte e cerca de 22 templos em todo o mundo já foram incendiados.

No Brasil, a presença da ‘Igreja da Comunidade Metropolitana’ (ICM) que é o ramo brasileiro da ‘Metropolitan Community Churches’ e que chegou há cinco anos, ainda é pequena, chega a apenas nove cidades: São Paulo e Campinas (SP); Belo Horizonte e Divinópolis (MG); Fortaleza (CE); Teresina (PI); Curitiba e Umuarama (PR); e Vitória (ES). Somente em três delas (São Paulo, Belo Horizonte e Fortaleza), tem os serviços completos, que incluem ação social e militância pelo movimento LGBT.

Por essa atuação a ‘Igreja da Comunidade Metropolitana’ esteve na 'I Conferência Nacional LGBT', em 2008, e na 'II Conferência de Igualdade Racial'. Em 2003, o fundador da Igreja, reverendo Troy Perry foi convidado pelo Goveno Lula para discutir o ‘Programa Nacional por um Brasil Sem Homofobia’. (Fontes: Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos, Terra Magazine e Revista Época)

Igrejas Inclusivas no Brasil
(clique)

Comunidade Betel do Rio de Janeiro
Comunidade Cristã Nova Esperança SP/CE
Igreja Cristã Evangelho para Todos SP
Igreja da Comunidade Metropolitana SP/BH
Igreja Progressista de Cristo PE






selo da lezzie

selo que ganhei da lezzie
do blog lez grrrls





tags:

publicado por star às 16:02 | link do post | comentar

5 comentários:
De Lezzie a 27 de Julho de 2009 às 17:52
Já vi uma frase do Rev. Troy Perry estampada em algumas camisas em inglês: "O senhor é o meu pastor, e ele sabe que eu sou gay." Legal né?!

Não sabia que eles tinham uma unidade em Belo Horizonte, vou procurar e conhecer. Obrigada pela informação, como sempre inteligente e importante.

Espero que esteja bem minha querida, use o meu e-mail sempre q precisar.

Beijo sempre grande e repleto de carinho!!!


De llola a 27 de Julho de 2009 às 18:17
oi meu amor, que saudades olha to aqui passando deixando xeiros e te pedindo pr air pegar seu presentinho na parte presente no meu mural e to levando seu banner comigo esta la nos meus parceiros xeros


De Wellington a 28 de Julho de 2009 às 11:45
Aqui em Recife também temos a Igreja Progressista de Cristo, que também é inclusiva, o site é http://www.todosdejesus.fr.gd


De llola a 28 de Julho de 2009 às 20:54
é tourino é fogo na roupa ta mara olha vou tirar o codigo vc apanha esta no meu mural presentes pra vc beijos


De ɐlıɯɐɔ a 31 de Julho de 2009 às 17:58
oi anjo.. igreja e eu somos cm agua e .... a deixa pra lá.. mas e ai cm tah vc, pq somi, mto ocupada ? bjks volte lá viu.


Comentar post

19 de agosto

posts recentes

prince: ícone gay no pass...

recuperado está

o que é: homofobia interi...

j. edgar hoover e clyde t...

trevor project e daniel r...

arquivos

Agosto 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

* cronologia do movimento gay

* retrospectiva 2007

* retrospectiva 2008

a homossexualidade no decorrer da histór

citando

colírio

definindo

depoimentos

direitos e leis

divulgando datas

divulgando eventos

divulgando organizações e ongs

ela e ela

fatos e fotos

feministas

filme e pipoca

homossexuais célebres

livro e abajur

música e sexualidade

musicando estrelas

o que é

poetando

quadrinhos e revistas gays

sombra e luz

sussurros...

vídeos e comerciais

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds